Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Mais de mil pontos de ônibus da Região Metropolitana de Goiânia foram restaurados

Cerca de 7 mil abrigos receberão as melhorias, que também contemplam uma nova identificação, com informações sobre as linhas de ônibus, horários e itinerários (Foto: ABC Digital)

Mais de mil pontos de ônibus localizados em Goiânia e nas cidades da Região Metropolitana foram restaurados. Os pontos feitos de concreto estão sendo substituídos pelo modelo metálico, e os de metal foram reformados ou receberam manutenção e limpeza.

Esta é a primeira etapa do Plano de Ação Imediata da Nova Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC), lançado em janeiro deste ano pelo Governo de Goiás, em parceria com prefeituras e empresas de ônibus da Região Metropolitana da capital.

Dentro do cronograma, está prevista a demolição de todos os 865 abrigos de concreto da rede de transporte coletivo e construção de pontos com estrutura metálica para oferecer segurança ao usuário e evitar acidentes que coloquem em risco sua vida ou integridade física.

Cerca de 7 mil abrigos receberão as melhorias, que também contemplam uma nova identificação, com informações sobre as linhas de ônibus, horários e itinerários. A ideia é facilitar e melhorar as viagens dos passageiros.

O subsecretário estadual de políticas para transporte, Miguel Ângelo Pricinote, afirmou, nesta segunda-feira (29/04), que a realidade dos pontos de parada do transporte coletivo era preocupante.

“Quase 500 pontos estavam com risco de queda iminente. Havia um vazio institucional e não se sabia quem era o responsável pelos pontos, se as prefeituras, se a CMTC [Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos]. Então, no ano passado, foram feitas discussões, e ficou definido que todos somos responsáveis.”

Além dos pontos de ônibus, outras melhorias estão previstas no Plano de Ação Imediata, como substituição de 100% da frota por veículos novos, chegada de 150 veículos elétricos para os eixos Anhanguera e Norte-Sul e reforma de terminais. O investimento previsto é de cerca de R$ 1,5 bilhão.

Uma preocupação, após a realização dessas restaurações, é com os atos de vandalismo, como depredação e pichação. Para esses casos, a população deve fazer denúncia pelo telefone: 0800-648-2222, que funciona de segunda a sexta, das 8 h às 18 horas.