Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Polícia Militar de Goiás emite nota de repúdio a artigo “Ao lambedor de coturnos”

Em resposta ao artigo intitulado “Ao lambedor de coturnos”, de autoria de Paulo Brondi, publicado no dia 28 de março de 2024 no Jornal O Popular, a Polícia Militar de Goiás requer o direito de resposta às críticas jocosas feitas aos admiradores do trabalho desta mais que sesquicentenária Instituição, que trabalha diuturnamente na defesa dos direitos e garantias fundamentais e na proteção da sociedade goiana e principalmente ao trabalho da instituição.

Caro Cidadão Goiano,

Primeiramente, cumpre ressaltar que a Polícia Militar exerce um papel fundamental na sociedade, atuando diuturnamente na preservação da ordem pública, no combate à criminalidade e na garantia da segurança dos cidadãos goianos. A ininterrupta e constitucional missão Institucional envolve proteger a vida, a integridade física e o patrimônio das pessoas, além de promover a paz social e o bem-estar da população.

Na contramão da inacreditável e pejorativa menção feita pelo aludido artigo aos policiais militares, os detentores de “farda e coturno” são, em verdade, profissionais dedicados, sempre comprometidos com a defesa da lei e da ordem. São homens e mulheres que diariamente arriscam suas vidas, enfrentando situações adversas para garantir a tranquilidade da sociedade. Tais atitudes são dignas de respeito e admiração, e não são passíveis de ser minimizadas nem tampouco ridicularizadas.

Em um Estado Democrático de Direito, é esperado que as instituições convivam em harmonia e respeito, reconhecendo a relevância do trabalho desempenhado por cada uma delas. O Ministério Público e a Polícia Militar são, portanto, exemplos disso, pois sendo pilares fundamentais do sistema de justiça, devem atuar em conjunto para a efetivação dos direitos e garantias constitucionais.